05/08/2017

NAS TRILHAS MISSIONRIAS, IMPULSIONADO PELO ESPRITO VICENTINO

Relato do jovem Luiz Antonio Andretta, da Juventude Mariana Vicentina (JMV), sobre o VIII EMLA – Encontro Missionrio Latino-americano:


Nos dias 15 a 31 de julho de 2017 eu, Luiz Antonio Andrettta, fui Guatemala vivenciar uma experincia missionria, na qual estava representando a delegao da JMV do Brasil e tambm de minha provncia de Curitiba, juntamente com a Irm Rizomar Figueiredo, assessora nacional, e Rodrigo Milton, secretrio nacional.


Tivemos duas semanas bem intensas, as quais foram divididas em uma semana de formao e uma de misso. Durante a semana de formao tivemos diversas palestras, plenrios, trabalhos em grupos, oficinas, mostras culturais e muita orao, vivenciando, assim, um encontro com Cristo. Cada dia de formao tinha uma dimenso especfica, estando divididas em acolhida, espiritual, humana, mariana, vicentina, missionria, oficinas e a eleio da nova equipe latino-americana. Todos os momentos foram preparados por jovens e assessores dos pases da Amrica Latina e Espanha, e vivenciados com muito fervor por todos que se faziam presentes, pois estvamos nos preparando intelectualmente e espiritualmente para irmos ao encontro dos pobres.


Enquanto estvamos no encontro, comemoramos o dia 18 de julho com muita alegria, animao e partilha entre todos. Esse era o nosso dia, o mais feliz de todos, pois Maria apareceu em nosso esprito naquela noite, como apareceu para Catarina Labour. Diante de tudo que foi abordado na formao, destaco alguns pontos que me foram importantes: aprofundar o conhecimento sobre Cristo a partir de So Vicente de Paulo; a alma discpula e missionria de Maria; a realidade que ns jovens, nossos paradigmas, influncias, participaes polticas e culturais e, principalmente, como o jovem cristo visto na atualidade. Compartilhamos muito sobre a realidade de cada pas, tomando, assim, uma proporo de como a JMV est presente nestas.


Aprendemos e conversamos muito sobre as caractersticas da JMV, a importncia da consagrao, o papel de assessor na associao, como empreender projetos sociais, entre outros. Na quinta-feira, dia 20, tivemos a eleio da nova equipe coordenadora latino-americana, a qual eu estava como candidato da regio do Brasil e j eleito por ser o nico desta regio. Assumimos nossos compromissos como nova equipe, de animar e fortalecer os pases constituintes.


Todas as noites aprendamos um pouco da cultura de cada pas participante, com muitas apresentaes tpicas, rodeadas de energia e entusiasmo. Na noite da sexta-feira, 21, estvamos eufricos, pois tnhamos recebido nossa mochila missionria, nos preparando para viajar cedo para Nebaj, comunidade onde estaramos realizando durante uma semana nossas misses.


Chegamos em Nebaj e fomos recebidos com um almoo festivo, com comidas bem tpicas da regio. Aps comermos tivemos uma pequena celebrao e todos os missionrios foram enviados para suas respectivas comunidades. Fui encaminhado para a comunidade de La Pista, juntamente com um missionrio do Equador, o qual se tornou um irmo para mim. Durante a semana de misses tivemos atividades com as crianas, jovens e adultos. Todos estavam muito animados em nos receber em sua comunidade e em suas casas. Realizamos as visitas nas casas de segunda a sexta o dia todo e, durante a noite, tnhamos as reunies com os adultos e jovens, hora santa e celebrao eucarstica. Em cada visita sentamos energias diferentes, com muitas histrias emocionantes de pessoas que sofreram com a pobreza, descaso e, principalmente, com a guerrilha que assolou a comunidade catlica desta regio. Ns missionrios estvamos ali para ouvi-los e ser presena de Igreja e de esperana junto a este povo sofrido, desacreditado de suas capacidades.


Vivenciamos uma realidade muito diferente da nossa, mas, mesmo assim, estvamos nos sentindo em casa. A comunidade estava unida para nos acolher e nos deixaram maravilhados com seu carisma e simplicidade. Mesmo tendo uma semana um pouco cansativa, digo que valeu muito pena o aprendizado, as partilhas, ter o contato com uma cultura diversificada.

Como membro da JMV, sou muito grato por esta oportunidade, de poder abrir meus horizontes sobre a misso da JMV e de me sentir ainda mais impulsionado a continuar na caminhada. Agradeo Irm Rizomar, assessora Nacional da JMV, Irm Leonides, Visitadora da Provncia de Curitiba, pelo apoio, e a cada uma das assessoras que estiveram em sintonia comigo em oraes. Aos jovens, meus sinceros agradecimentos e os motivo a irem em frente, porque a misso muito grande e os pobres esperam muito de ns.

Galeria

A Vocao Chama
A Vocao Chama