26/06/2017

Ao Vocacional Missionrio nos regionais Alto Uruguai e Centro II

Acolhamos o apelo do Mestre e roguemos ao dono da Messe para que envie muitos operrios sua vinha (cf. Lc 10,2).

Respondendo aos apelos do Mestre que nos confia a semeadura do Reino, o Regional Alto Uruguai esteve em Ao Vocacional Missionria na Parquia Nossa Senhora Aparecida, nos dias 16 a 18 de junho. O encontro aconteceu na cidade de Palmas/PR e contou com a presena das Irms Filhas da Caridade de Erechim/RS, Pato Branco e da Irm responsvel do SAV da Provncia, Ir. Geovani de Ftima Domingues. Nesta misso junto aos/s jovens e no programa na rdio “Igreja a Caminho”, contamos com a presena do Pe. Alessandro, assessor do Servio de Animao Vocacional da Diocese de Francisco Beltro, e dos seminaristas do Propedutico.

Foi um momento de partilha de vida, reencatamento e fortalecimento vocacional, atravs da vivncia junto as lderes da Pastoral da Criana, grupo de adolescentes e jovens, grupo de Crisma, visitas nas famlias, e formao s senhoras do Apostolado da Orao e Legio de Maria, como tambm junto s Irms da Comunidade Margarida Naseau, que revelam um testemunho apaixonante na misso que realizam junto aos pobres.

Entre os dias 24 e 25 deste mesmo ms, no Regional Centro II, o Servio de Animao Vocacional esteve presente nas Parquias So Miguel e Nossa Senhora do Perptuo Socorro, na cidade de Irati/PR. Deu-se continuidade ao projeto provincial atravs da vivncia vocacional com jovens e adolescentes, presena na igreja matriz e comunidades, testemunhando a alegria da vocao, falando da beleza e da ternura do seguimento de Jesus Cristo, lanando a semente do Reino por meio do convite direto: Jovem! Porque no?

Cada atividade uma semente lanada no terreno do corao humano. Mais uma vez, lanamos a semente; cabe comunidade regar com a orao, adubar com o testemunho e cultivar com o brilho da alegria e o encanto pela vocao especfica de cada um/a.

“Conversei com trs ou quatro moas que me parecem de boa qualidade e desejam ir para a Caridade e a ela se entregarem, pela edificao que at agora as nossas Irms deram servindo os pobres”, escreve Padre Lambert Lusa de Marillac, em Angers, o dia 24 de julho de 1648. Esse relato nos apresenta que o despertar das jovens na origem da Companhia acontecia atravs do testemunho das Irms que j se encontravam no Servio dos Pobres nas parquias, nas aldeias e em outros estabelecimentos.

Galeria

A Vocao Chama
A Vocao Chama