‘‘Dia Rosa’’ no Hospital da Providência

Saude • 06/11/2015

            Reconhecido pela humanização, o Centro de Oncologia do Hospital da Providência, se mostrou ainda mais acolhedor na última sexta-feira (16), quando recebeu pacientes, familiares, profissionais da área da saúde e público em geral para o ''Dia Rosa''. A ação foi promovida pela equipe da unidade de tratamento de pacientes com câncer junto a parceiros e apoiadores.

         O objetivo foi levar informação ao público feminino e promover a autoestima daquelas que tratam a doença na unidade. Ao estarem no ambiente onde é feito diagnóstico e tratamento da doença as mulheres puderam tirar dúvidas e assim quebrar alguns mitos.

         Além de orientações sobre autoexame, elas acompanharam palestras de especialistas e conheceram o trabalho das associações que apoiam o Centro de Oncologia e fazem voluntariamente próteses de mamas e perucas para mulheres que tratam câncer.  

         Entre as atividades, também havia cabine de fotos, oficinas de maquiagem e corte de cabelo para doação. Terezinha de Matos, 56, veio participar e fazer doação de cabelo para confecção de perucas. “É uma alegria poder doar e ajudar. Vou deixar o cabelo crescer novamente para doar mais vezes por que sei o quanto é difícil passar por esse tratamento”, afirmou ela que já teve uma irmã que enfrentou o câncer.

         Outra atração foi o desfile de pacientes, que deram um show de garra e autoestima com looks customizados, lenços e um belo sorriso no rosto. “Elas abraçaram a causa e demonstraram enfrentamento o que reflete positivamente na mente de cada uma e no tratamento”, explica a psicóloga Paula Ferro, do Centro de Oncologia.

         Durante a abertura a diretora geral do Hospital da Providência, Irmã Geovana Aparecida Ramos, ressaltou a importância da humanização no trabalho desenvolvido no Centro. ''Agradecemos a equipe pelo trabalho de excelência e qualidade no tratamento dos pacientes e pela realização deste dia.  Na oncologia temos profissionais que trabalham com muita dedicação e esperança'', afirmou .

         O ‘‘Dia Rosa’’ também contou com palestra do médico coordenador do Centro de Oncologia, Dr. Bruno Pozzi, que destacou o surgimento do movimento ''Outubro Rosa'' e a importância de manter o assunto em pauta. “No Centro de Oncologia 60% dos atendimentos são de casos de câncer de mama. É preciso falar disso todos os meses, não só agora.”

         O mastologista Dr. Ribamar Maroneze concorda e afirma que é preciso discutir mais o assunto, por conta da frequência em que é diagnosticado o câncer de mama. “É a doença que mais acomete as mulheres e um tipo de tumor que aumentou a incidência”.

         A paciente Angela Blanski, que faz tratamento de hormonioterapia a cada 21 dias na unidade, desde o início do Centro de Oncologia, deixou um depoimento às mulheres presentes. A mensagem foi de motivação e esperança. ‘‘Faz oito anos que [a doença] não reaparece. Não deixo de ter medo, mas também não me entrego. Querer viver nos eleva e é importante para enfrentar a doença’’. Angela ainda ressaltou os benefícios de continuar fazendo o que gosta. ‘‘Apesar de enfrentar crises eu nunca deixei de fazer o que eu gostava, o que me fazia bem. Nunca deixei de trabalhar. É preciso resiliência’’, afirmou.