Vocação

 

Vocação Humana

O segundo chamado que Deus nos faz é a vocação humana:

 Ser gente;

Ser pessoa.

Foi nos dada à condição da liberdade dos Filhos de Deus, inteligência e vontade. Estabelecemos uma comunhão com o criador e, nessa atitude dialogal, somos pessoas. O chamado à vida é a primeira e fundamental vocação que recebemos de Deus. A existência de cada um de nós é fruto do amor criador do Pai e de sua palavra geradora, que é apelo, chamando-nos para a vida e nos oferece todas as condições para vivermos com dignidade. Como dom gratuito de Deus, nossa vida deve também ser sinal de gratuidade e amor com os irmãos. 

O ser humano é chamado, sempre, a desenvolver-se como pessoa em todas as suas dimensões. Com o mundo, consigo mesmo, com os outros e com

                          Vocação Cristã

   A vocação cristã leva à plenitude o sentido da vida humana em relação a Deus, enquanto comunhão trinitária. O mistério do Pai, do Filho e do Espírito Santo fundamenta a existência humana como chamado ao amor no dom de si e na santidade. Pelo batismo, passamos a pertencer inteiramente a Deus e assumimos uma existência totalmente marcada por seu amor. Todos os cristão, consagrados pelo batismo, são chamados para viverem no mundo à maneira de Jesus Cristo. Nada e nem ninguém poderá cancelar essa vocação.

Nós, como discípulos-missionários de Jesus Cristo, fazemos parte da família de Jesus. Por isso somos chamados a termos uma união íntima com Jesus, sermos obedientes à sua Palavra de Salvação, que é sempre fazer a vontade do Pai, na fidelidade ao anúncio do Evangelho do Filho, contando sempre com a assistência do Espírito Santo. Se caminhamos na comunhão da Santíssima Trindade iremos colher os frutos do amor que Deus derrama na vida de todos os que são fiéis ao seu Reino, a sua Palavra, e à sua Mesa da Eucaristia

Vocação Leiga

                                                                                    Vocação laical: (matrimônio, consagrado, solteiro)

 

 Todo batizado em Cristo, tornou-se membro de sua Igreja, é convocado a ser apóstolo e anunciador do Reino de Deus. Responsabilidade de ser testemunho de Cristo onde estivermos: família, trabalho, escola 

O leigo não desempenha uma atividade específica, ele pode atuar no mundo da política, da educação, dos meios de comunicação social, da economia, da realidade social, da cultura, das ciências, das artes, da realidade internacional, entre outros. Sua tarefa é transformar tudo isso conforme o projeto de Jesus Cristo, construindo o Reino de Deus na história, criando fraternidade. 


Além desta presença ativa no mundo, o Espírito Santo distribui entre os leigos dons e carismas para servirem mais diretamente a comunidade eclesial, através dos ministérios. Ex: catequese, liturgia, ministério da Eucaristia, da palavra, do canto, da saúde, da promoção social, entre outros.

 

Vocação Religiosa

                    (RELIGIOSO (A) DE VIDA ATIVA OU CONTEMPLATIVA)

Homens e mulheres que vivem o seguimento a Jesus! Vivem em comunidade,

Cultivam a oração,  Meditam a Palavra de Deus,

Têm especial atenção aos pobres, enfermos e pequenos,

Colocam-se a dispor de Cristo.O que é   convidado   a viver a vida  consagrada   é chamado a testemunhar  Cristo de uma  maneira livre.  vivendo   uma consagração  total nos votos de pobreza, castidade e obediência sendo   sinal profético no mundo.

 

Vocação Sacerdotal

 

Um homem tirado por Deus do meio do povo e colocado a serviço desse mesmo povo nas coisas de Deus!” – é em tudo e em primeiro lugar um homem de Deus, alguém que foi escolhido por Ele para ser o sinal visível da Sua presença no meio do mundo.( Hb 5 ss)

 

O sacerdote descobre a pessoa de Jesus Cristo pela Palavra de Deus e pela vida da Igreja. A    vocação dele nasce do encontro entre pessoas a partir das  necessidade de sua  comunidade. O    sacerdote é continuador da missão  de Jesus Cristo em nossos dias onde ele anuncia  o Reino de  pela  palavra e pelo testemunho . Assim, a vocação e o ministério sacerdotal são dons do Senhor à  sua Igreja para continuar a missão de Jesus Cristo, Bom Pastor. O presbítero é enviado a pastorear e  animar a comunidade.

Deus que ajude muitos jovens a descobrir o ardor do coração e a audácia de responder com prontidão ao Seu chamado. Ele também pediu que Deus conserve o brilho nos olhos dos recém-ordenados e confirme a alegria sacerdotal dos que já têm muitos anos de ministério.

 

Vocação Matrimonial

 

Eu te agradeço tanto Por este matrimônio, Que se tornou meu sonho, Que é muito mais bonito que eu pensei. ( canção de matrimonio-Pe.Zezinho)

  O matrimônio é o sacramento do amor entre um homem e uma mulher. Instituído pelo próprio Cristo,  o matrimônio é uma íntima comunidade de vida e de amor. O amor conjugal é um caminho para Deus  e ajuda os esposos na sublime missão da maternidade e paternidade. O sentido do matrimônio é viver a caridade cristã na sua forma conjugal e viver a responsabilidade humana e cristã de transmitir a vida e educar os filhos. 

Matrimónio, caminho de santidade. Para os esposos cristãos, chamados por Cristo a esta particular forma de consagração sacramental, a vocação à santidade há-de encontrar resposta na sua condição de homens e mulheres casados, com as exigências que a vida matrimonial implica: a relação afectiva mútua, que se exprime também pela vivência plena da sexualidade, a partilha das dificuldades e alegrias de cada dia, o saber perdoar e «perder» para que o outro se possa realizar como pessoa, a educação dos filhos (caso os tenham), a partilha com os mais desfavorecidos, o serviço à comunidade eclesial, a dedicação profissional... 

 

                                  

 

QUER SEGUIR A VIDA RELIGIOSA?
A Vocação Chama
A Vocação Chama