Encontro da Pastoral Juvenil do Paraná

Formação • 12/11/2014

João Guilherme de Mello Simão, secretário de Pastoral Juvenil do Regional, foi quem conduziu o andamento da assembleia, que contou com a animação da Banda dos Barbosas (Diocese de Guarapuava), e do grupo JUCAJU.

Durante a assembleia os presentes foram iluminados com a exposição do Mestrando em Teologia da PUC-PR Angelo Alberto Diniz Ricordi, denominada “Encontro com Cristo: Fundamentos Teológicos para uma Pastoral Juvenil”, e do Ir. João Batista, FMS intitulada “Encontro com Cristo: Experiência concreta de Vida”.

Ricordi apresentou os fundamentos teológicos para uma Pastoral Juvenil pelo tripé do Conhecer, Viver e Orar pautados na exortação apostólica Evangelii Gaudium, Documento de Aparecida, texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe e na Sagrada Escritura.

Ir. Batista, partindo de sua experiência, mostrou a importância de estar com os jovens no dia a dia e no espaço deles, ou nas palavras dele “é necessário ser conhecido e amado pelos jovens para então poder apresentar e tornar Jesus conhecido e amado para eles”.

Após, os participantes foram para os grupos de trabalho, segundo a proximidade de dioceses, a fim de partilhar os encontros locais realizados ao longo do ano, bem como elencar as linhas de ação para o Regional Sul 2 e para as Dioceses.

A noite, aconteceu a celebração eucarística, seguida de jantar e momento festivo, ao estilo da cidade que acolheu a assembleia, ou seja, costela de dois fogos e dança gauchesca.

No domingo, o dia começou com a celebração eucarística e a aclamação dos apontamentos realizados pelos grupos de trabalho do dia anterior, ficando deliberado:

Regional Sul 2

Prioridade

Promover um curso de capacitação de assessores, com realização anual, com a duração de um final de semana, com o objetivo de capacitação técnica e acompanhamento juvenil, tendo em vista uma futura escola de formação (2016).

Ações da Pastoral Juvenil

-Divulgar e articular as atividades permanentes (Semana da Cidadania, Estudante, DNJ, JDJ…) nas Dioceses, a fim de apresentar essas atividades para todas as expressões juvenis.

Elaborar subsídio com as funções e papéis de cada instância, bem como a missão do Regional Sul.

Propostas para as Dioceses

-Mapeamento sócio-eclesial que contemple o diagnóstico da realidade juvenil (social, econômico, cultural, eclesial…), apontando as necessidades das expressões para, assim, elaborar um planejamento para a ação evangelizadora da juventude na Diocese.

-Fortalecimento/criação das estruturas diocesanas que trabalham com juventudes (Setor Juventude/Pastoral Juvenil).

-Secretaria liberada para trabalhar com a ação evangelizadora das juventudes.

-Formação dos Documentos da Igreja para as lideranças juvenis, com o objetivo de vivência e partilha dos documentos e da vida das juventudes/grupos.

-Formação de assessores/articuladores: a Diocese fica responsável pela formação dos assessores/articuladores/lideranças paroquiais e o Regional pela formação dos assessores diocesanos.

-Trabalho para despertar novos assessores/líderes.

-Incentivo à leitura orante com as lideranças juvenis.

-As atividades das expressões contemplem as oito linhas de ação do Documento 85.

-Formação integral, por meio de conscientização vocacional auxiliando o jovem a definir e a elaborar o seu projeto de vida.

Sugestão: para o próximo encontro, sugestão de que cada Diocese traga o desdobramento de, ao menos, duas dessas propostas.

 

Ficou acertado que, para o próximo ano, acontecerá o encontro de formação para assessores, no primeiro semestre e, nos dias 05 e 06 de setembro, o encontro anual da Pastoral Juvenil para avaliar e animar a caminhada nas dioceses, a realizar-se em Paranaguá.

 

Este encontro, nos motivou a continuarmos nossa caminhada em favor das juventudes, de um modo especial no trabalho com a Juventude Mariana Vicentina da nossa província. Sentimos a força do Espírito Santo conduzindo a Igreja jovem, pois os nossos anseios, esperanças e desafios, também eram dos representantes de outras expressões juvenis.

Que Maria, Nossa querida mãe, possa sempre interceder por nossa província, por todas as pessoas que estão à frente do trabalho com a juventude e por todas as comunidades que nos apoiam e rezam pela nossa missão.

 

Ir. Simone Verginia de Almeida Lidio e Irmã Jeane Adeline Szeremeta

 

 

 

 

Fonte: http://cnbbs2.org.br/site/2014/11/8129/

 

QUER SEGUIR A VIDA RELIGIOSA?
A Vocação Chama
A Vocação Chama